A Secretaria Municipal de Saúde atualizou nesta segunda-feira, 22 de junho, o quadro da Covid-19 no município. De acordo com o boletim epidemiológico da pasta, o município registrou mais 6 novos casos de coranavírus elevando para 70 casos confirmados. Todos os novos casos confirmados estão com sintomas da doença. São três do sexo masculino (com idades de 42, 56 e 75 anos) e três do sexo feminino ( com idades de 30, 38 e 72 anos).

Dos 70 casos confirmados até  momento em Cataguases, 26 já estão curados, 32 são assintomáticos.  O número de suspeitos é 16, sendo que 2 estão hospitalizados e 1 estão em isolamento domiciliar.
Até o momento o município já contabilizou 4 óbitos pelo novo coronavírus, 90 casos monitorados com isolamento e 345 pacientes que síndrome gripal inespecífica.

COVID -19  EM MINAS GERAIS

Cerca de 84,6% dos 28.918 casos de infecção pelo novo coronavírus confirmados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) em Minas Gerais ontem (22) são de moradores de cidades do interior do Estado. A doença se alastra em cidades menores, onde a estrutura de saúde é menos reforçada e a movimentação de reabertura do comércio é mais intensa.
Em Minas, 34% dos 2.855 leitos de UTI estão concentrados na região Central do Estado, onde estão Belo Horizonte e outros 103 municípios, segundo dados da SES-MG. A região é uma das poucas que ainda tem um certo fôlego, com 139 dos 991 leitos de UTI, livres, com quase um terço deles localizados na capital. 

COVID – 19 NO BRASIL

O Ministério da Saúde atualizou os números da Covid-19 no Brasil, na noite desta segunda-feira (22). De acordo com o boletim epidemiológico da pasta, são 1.106.470 casos confirmados em todo o país. Nas últimas 24 horas, foram 21.432 novos registros. Os óbitos em território nacional somam 51.271.
Segundo o balanço do Governo Federal, mais de 571 mil pessoas que tiveram a Covid-19 estão recuperadas. Outros 483.550 casos estão em acompanhamento e quase quatro mil mortes estão sendo investigadas. 

No cenário entre os estados, São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pará e Maranhão são os que registram maior números de casos. Tocantins, Roraima e Mato Grosso do Sul aparecem como os entes Federativos com menor incidência da doença.