A Caixa Econômica Federal teve o maior lucro de sua história em 2019. Os números ainda não foram fechados, mas devem ser anunciados em fevereiro, informou o presidente do banco, Pedro Guimarães.

O presidente da Caixa disse que a redução do juro cobrado pelo banco, associado a uma entrada de mais de 1 milhão de clientes em apenas seis meses, representam uma prova matemática de que “pode-se reduzir juros sendo lucrativo ao mesmo tempo”.

Crédito Imobiliário

O banco tem aproveitado a redução da taxa básica de juros (Selic) para repassá-la a seus clientes.  Segundo pesquisas internas feitas na Caixa, têm resultado em uma percepção

Nova linha de crédito

A Caixa anunciará, em breve, uma linha de crédito imobiliário com juro prefixado, não vinculado aos índices que são praticados atualmente, como IPCA ou TR. A ideia é facilitar a migração de crédito imobiliário de taxas antigas para taxas mais novas e baixas.

Saques do FGTS

De acordo com o presidente da Caixa, mais de 1 milhão de pessoas já fizeram o pedido de saque e começarão a receber a partir do dia 1º de abril. “Segundo o último dado, [a quantidade de solicitações] está em 59% das pessoas e em 61% do valor financeiro. Como temos até 31 de março de 2020, estimamos que chegaremos próximo a 70%”. (Via: Agência Brasil)