A eleição que definiu no último domingo (6) os cinco membros que irão compor o Conselho Tutelar de Cataguases para o quadriênio 2020/2024, foi sem dúvidas a mais concorrida e a que mais sofreu  influencia política e religiosa desde a sua criação no município.

A votação deste ano levou  2.357 eleitores à Escola Estadual Coronel Vieira. Um número considerado pelos organizadores como muito elevado em relação ao último pleito realizado em 2015, que contou apenas com 329 eleitores.

O diferencial deste ano, foi a forte presença de candidatos com relações a grupos  políticos e organizações religiosas, como é o caso de candidatos ligados à Igreja Universal, Assembleia de Deus e Casas Espíritas.

O candidato da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Pastor Renato Zanini, teve ao final da apuração a sua candidatura impugnada por transporte ilegal de eleitores e publicações em sua página no facebook no dia da votação. Ele recebeu 196 votos.

Veja abaixo a classificação final dos candidatos divulgada pelo CMDCA:

1º - Rogério Filho - 309 votos (eleito)
2º - Edson Fernandes Reis - 230 votos (eleito)
3º - Evandro Emanoel Henriques de Mendonça Jr - 219 votos (eleito)
4º - Janaína Pimenta - 208 votos (eleito)
5º - Fernanda do Carmo Campos - 157 votos (eleito)
6º - Eduarda Mello da Costa (Duda Mello) - 130 votos (1° suplente)
7º - Maria das Graças (Gracinha) - 127 votos (2° suplente)
8º - Sebastião Bento (Bento) - 122 votos (3° suplente)
9º - Edlaine Aparecida de Oliveira Cavalcante - 110  votos (4° suplente)
10º - Daianna (Vila Reis) - 103 votos (5° suplente).
11º - Anderson Moura - 79 votos
12º - Graziela Barros de Moura - 72 votos
13º - André Pimenta - 66 votos
14º - Maurício Sampaio Silva Filho (SGT Maurício) - 51 votos
15º - Daniely Ramos da Silva - 50 votos
16º - Elionay Moraes da Silva - 43 votos
17º  - Adriana Marinatto - 32 votos
18º - Fabiana Cristina Meira Santos - 23 votos
19º - Daiana Alves Netto - 18 votos